"FÉ, CORAGEM E O CHAMADO EM VIVER DE MISSÕES"

VIVER OU MORRER EM MISSÕES!!!

O bem sempre vence o mal

Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem
daqueles que amam a Deus,  daqueles que são
chamados segundo o seu propósito. (Rm 8.28)
A vida muitas vezes é cheia de situações injustas que podem criar um grande
sofrimento para você, especialmente em seus relacionamentos com outras pessoas.

Você experimentará em algum faze de sua vida sofrimento e dor, mas não permita
que essas experiências destruam sua alegria.

Você nem sempre pode escolher o que vai acontecer em sua vida, mas pode escolher
 como vai reagir a isso.

Se você foi ferido, Deus pode tomar as experiências ruins e fazê-las trabalhar para
seu bem.

Crer nessa verdade é uma decisão positiva que poderá ajudar a interromper sua dor,
com isso você  irá amadurecer e entenderá melhor a vida.

Escolha aprender por meio das experiências dolorosas, em vez de desperdiçar seu
sofrimento permitindo que isso o torne amargo.

Uma forma de fazer isso é vencer o mal com o bem . É um bom começo!!
Não permita que a dor lhe tire a alegria de viver.

"Alegria do Senhor é a nossa força"...
Neemias 8:10


Pastora Ivone Karkle...





 

Siga andando para a frente



Olhar para trás ou manter-se como está pode ser a assinatura do próprio óbito na vida espiritual.
caminhar
"Quando nos esforçamos muito para resgatar o que se perdeu, outras coisas saem pela porta" (do filme ONDE OS FRACOS NÃO TÊM VEZ)
 
O texto de 2 Reis 7:3-9 conta a história de 3 homens leprosos que viviam excluídos, fora dos muros de Samaria. Naquele tempo, grande fome acometeu a cidade, pois um exercito inimigo a sitiara. Mesmo as maiores autoridades da cidade não tinham o que comer. 
 
Conversando entre si, os leprosos consideram três hipóteses. A primeira seria tentar voltar à cidade. Logo viram que morreriam, pois nem em tempos de abundância haviam sido bem tratados.
 
A segunda hipótese seria permanecer onde estavam. Mas a estagnação também mataria, pois ninguém traria comida até eles.
 
A única e inusitada opção seria visitar o exército inimigo. Sua única chance está na tentativa pioneira, no risco. E deu certo. 
 
No fim da história, eles não só vivem abastadamente, como são aclamados heróis pelos seus.
 
Andar para frente é vital. Pode ser arriscado e pouco confortável, mas não se vive sem isso. Olhar para trás ou manter-se como está pode ser a assinatura do próprio óbito na vida espiritual. 
 
Nas sábias palavras de Albert Einstein, "Viver é como andar de bicicleta: é preciso estar em constante movimento para manter o equilíbrio."
 
 
- Mário Freitas


MISSIONÁRIO CRIA O MINISTÉRIO CENTRO DE ALEGRIA COM CARACTERÍSTICAS ECOLÓGICAS




MISSIONÁRIO CRIA O MINISTÉRIO CENTRO DE ALEGRIA COM CARACTERÍSTICAS ECOLÓGICAS
Pastor Teófilo Karkle
Em época de Mentores humanos que auxiliam em toma de decisões coerentes. Na época em que se fala muito em Cobertura Apostólica como indicativo para o êxito ministerial, conto quem é o meu Mentor e a minha Cobertura neste Ministério chamado Centro de Alegria.

Conto a Mentorização e Cobertura direta do melhor Mentor e daquele que pode oferecer a melhor Cobertura no presente momento. Nada melhor que contar com a Instrução direta do Espirito Santo, só ele sabe tirar noites de sono de quem ele apraz, fazendo o indivíduo pensar no Projeto dele e depois Ele faz a mesma pessoa despertar no outro dia, sem sono.

Não é produto da mente humana imaginar os Projetos de Deus, é ação direta do Espirito Santo na mente do homem. Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade. (Filipenses 2.13) Deus é organizado, cheio de detalhes, gosta das coisas coloridas, ele é um Deus Alegre.

Mike Murdock tem o Centro de Sabedoria nos Estados Unidos, o Espirito Santo nos há dado o Centro de Alegria no Sul do Brasil, pois alguém precisa dar Atenção ao povo de Deus e aos que estão longe dele. Alguns estão longe de Deus por ignorância e outros por que seus círculos mais íntimos, que dizem conhecer a Deus, não fizeram a propaganda dele.

Provas iniciais de que o ser humano passou pelo Novo Nascimento, segundo o livro dos Atos dos Apóstolos eram: O amor a descoberta de Cristo levava o novo nascido a falar a todos sobre Jesus. Segundo, as pessoas eram generosas e ofereciam hospitalidade e contribuições. Terceiro, era tão contagioso o Novo Nascimento que toda a família servia a Jesus e era batizadas em águas.

Centro de Alegria vai fazer Propaganda de Deus, Salvar vidas, Preparar essas vidas salvadas para que elas venham a cumprir com uma Tarefa, fazer Propaganda de Deus, ou seja, fazer Missões.

O que o Centro de Alegria tem neste momento de concreto é o Projeto e estamos explorando uma área nova de fazer Ministério, tudo na base das Doações. Vamos pedir Doações de Serviços, de Talentos e de Dinheiro. O Centro de Alegria pede Doações de Serviços de Advogados para fazer as Documentações correspondentes. Engenheiros para o Planejamento. Web designer para a construção de Site e a manutenção dos mesmo. Internautas poderão fazer suas Doações em dinheiro através de Depósitos, Transferências e outros meios de pago, tal como o Paypal.

Não temos medo de pedir Doações ainda que sabemos que existe muita gente dentro do mundo gospel, que só se dedica a fazer comentários, e quando eles descobrem que tem Portais que os comentários não são moderados então isso é uma delicia.

Centro de Alegria se baseia no capitulo 61 de Isaias quando diz ali que o Espirito Santo estava sobre Jesus, hoje está sobre nossas vidas para fazer aquelas três mudanças nas emoções da humanidade. Queremos Oferecer em nome de Jesus para as pessoas que tem na sua mente Lembranças terríveis do passado, oferecer Alegria em forma de glória. Em vez das múltiplas causas de tristeza oferecer o Espirito Santo como o óleo de gozo.  E por último no lugar daquele espirito angustiado que faz ele viver em amargura, depressão, colocar nela uma veste de louvor, para que cante de alegria com a boca cheia.

Ministério da Alegria é isso, oferecer aos seres humanos através da Palavra de Deus, uma Porta de Escape dos conflitos que os afligem. Jesus sempre foi esta Porta de Escape, tão exigida nas construções onde há aglomerações de multidões.

Existem igrejas evangélicas que a religião está incrustada nela, ou seja, fazem o maior esforço para manter as aparências. Muitos casais vivem conflitos de ciúme, de brigas e de infidelidade, mas a igreja incrustada de religião não permite o Divórcio, mas tolera a Guerra matrimonial. Deus me livre falar em separação diante do Juiz, mas se tivessem falado em separação diante do juiz, não teriam Separação diante do Cemitério, por que um dos cônjuges acabou matando seu par.

O Centro de Alegria pretende ser um Organismo Articulador de Oportunidades e Saídas. Tem muita gente precisando Sair da Dor, da Depressão, do Martírio, do Mal Trato, da Solidão e entrar pela porta do Sonho, da Restauração, da Vida, da segunda Chance.
Centro de Alegria não vai trabalhar somente na Alma, vai trabalhar na Pedagogia Missionária, ensinando de maneira inteligente, certa e transparente o que é Missões e como se faz.

Centro de Alegria será uma mola propulsora de algo que já estamos chamando de Reforma Missionária. Profetizamos que vai ficar a corda muito curta para os demagogos, charlatões e roubadores de ofertas missionarias para aplicar em obras corriqueiras. Temos que acabar com os tosquiadores de ovelhas em congressos de desespero. O povo de Deus nesta nação terá alegria em contribuir com Missões de forma nova, sincera e respeitosa.

Muitas erros também foram cometidos em nome da Cura Interior e em Regressões onde o experto se dedica mais que tudo em saber pecados sexuais. Você assistia filmes pornográficos, se masturbava, tinha fantasias sexuais? Para e pare, em Cristo Jesus as coisas velhas ficaram para traz, ou melhor que isso, foram lançadas num mar chamado esquecimento, nem o Diabo encontraria aquilo negro que foi lavado pelo sangue de Jesus. Se Satanás encontrou algo sujo do teu passado e tem te jogado na cara é sinal que ainda não conheceste o Maravilhoso e Poderoso Evangelho Transformador de Cristo.

Os católicos estão falando de uma Nova Evangelização pois se falam em 60 milhões de católicos que abandonaram sua fé. Quantos milhões de evangélicos estão extraviados dentro das igrejas? Como aquela moeda da parábola perdida dentro da casa. Quantos que precisam redescobrir a Cristo outra vez? Quantos precisam voltar ao seu Primeiro amor? Quantos precisam saber que a Alegria de Deus chega para nós em forma e formula de Força? O que tem de gente desmotivada não é brincadeira! O que tem de gente esperando a morte sem estar preparado é outro monte!

Nosso motivo e a nossa meta com publicar esta Matéria é tocar no coração de Internautas a fim de que nos Ajudem dentro do possível. Teremos necessidades permanentes para a manutenção do Centro de Alegria, por isso estamos buscando até nos Confins da Net pessoas que possam ser nossos Mantenedores e Doadores Permanentes de Alegria.

Centro de Alegria precisa construir um Templo para a realização de múltiplas atividades: Cultos diários, Cursos e Congressos de Missões. Funcionará no mesmo recinto nossa Plataforma Missionária onde prepararemos Missionários brasileiros para Evangelizar o Sul do Brasil.

Este templo é especial, por isso estamos chamando de Eco-Templo, pois queremos que seja ecologicamente correto, será construído com madeira de reflorestamento.  Aproveitaremos a iluminação natural do sol, a água de consumo será artesanal, a água para uso dos banhos terá aquecimento solar. Os contornos do Templo terá um excelente paisagismos e com árvores frutais da região, enfim trabalharemos para que seja uma construção ecologicamente funcional e inteligente sem agredir o planeta.

Quando você fizer uma Doação de qualquer valor, lembre-se que Doações serão transformadas em Metros Quadrados de Alegria para a Construção do Eco-Templo, que for tocado por Deus poderá Doar 1 Metro Quadrado de Construção, consulte no nosso Blog o valor de Referência. http://centrodealegriaurubici.blogspot.com/2013/03/projeto-missionario-eco-templo.html

Como Centro de Alegria estamos orando para que Deus nos de pessoas generosas de todas as partes do Brasil, de todas classes sociais, de todos os âmbitos denominacionais, e até mesmo de todas as nacionalidades.

Suas doações deverão ser em Depósito ou Transferências Bancárias na Conta Corrente do Centro de Alegria, Banco do Brasil C/C 18491-8 Agência 3078-3 anote estes números na sua agenda, Deus vai precisar deles. E, se alguém vos perguntar: Por que o soltais? assim lhe direis: Porque o Senhor o há de mister. (Lucas 19.31)
Não se esqueça de nos informar o dia e o valor depositado através do nosso e-mail centrodealegria@hotmail.com

Os que se alegrarem agora com a Construção se alegrarão ainda mais no dia da Inauguração. Aqueles que serão Restaurados por Deus no Centro de Alegria, dirão: Não tem preço o que fizeram por mim.
E o povo se alegrou porque contribuíram voluntariamente; porque, com coração perfeito, voluntariamente deram ao Senhor; e também o rei Davi se alegrou com grande alegria. (1 Crônicas 29.9)
Pastor: Teófilo Karkle e Missionária Ivone Karkle


MISSÕES EM URUBICI



Depois de 22 anos fazendo Missões no Chile, vamos agora fazer Missões na cidade onde eu nasci, Deus tem colocado no meu coração um amor especial com a minha cidade natal, e há permitido que eu descobrisse algumas estatísticas sobre o número de Evangélicos em 111 cidades do estado de Santa Catarina. Urubici SC está entre os 111 municípios de SC, aonde o número de evangélicos ainda não chega a 10% segundo o Censo do IBGE 2012.

Tenho aprendido que Missionário deve ser parecido ao seu povo de destino. Por muito tempo dei cabeçadas nas portas das casas chilenas, pois as casas são baixinhas. Tem muitas portas que são menores de 1,85 metros, ou seja, eu sou mais alto que as portas aqui do Chile. Agora se eu fosse Missionário no Canada ou Rússia não teríamos este problema. Outro problema no Chile é a acomodação dentro dos ônibus urbanos, também de espaço reduzidos, sempre tenho que viajar com um dos joelhos apontando para o corredor.

Penso que Missionários nascidos no frio deveriam ser enviados para regiões frias da terra. Missionários para os ribeirinhos no Amazonas deveriam ser escolhido dentre os nascidos nas margens dos rios, que conheça todos aqueles macetes de navegação, pesca, mergulho, alimentação silvestre. Missionário para os sertões secos e áridos deveriam ser obreiros da mesma região, que sabe lidar com o calor, com a seca e com a alimentação típica da região.

Todo Missionário adaptado fora do seu habitat ele perde muito tempo com a adaptação. Eles querem viver como no seu lugar de origem e isso não dá certo, causando muito sofrimento a eles. Viver no Chile como brasileiro não dá certo. Cozinhar uma feijoada preta e dar a um chileno para comer, ele vai explicar e dizer que com feijão preto no Chile se faz saladas e não feijoada é assim que os chilenos comem feijão preto aqui como salada com cebola.

Muitas igrejas do Sul do Brasil querem fazer Missões no Amazonas e quando a gente vê nos Gráficos do IBGE a concentração de Evangélicos no Amazonas é maior que as do Sul do Brasil. Depois mandam para o Amazonas uma pessoa branca que não pode tomar sol, não sabe nadar e não está acostumada a dormir em rede, sacrificando desnecessariamente esse missionário.
Por isso, nós do Centro de Alegria somos um Ministério Missionário brasileiro para brasileiros, catarinense para catarinenses e urubiciense para urubicienses. Este é o gentilício de quem vive em Urubici SC. Nosso propósito é preparar pessoas do Sul para entregar ao próprio Sul.

As razões para evangelizar Urubici minha cidade natal, começa por uma nostalgia, pois nesta cidade tem rastos históricos que envolveram a história dos meus avós.  Será voltar por uns instantes a um legado testemunhal deixado por eles. Percorrer as avenidas que no tempo deles eram derrubados pinheiros para caminhar sobre lugares pantanosos é muito especial. Meus antepassados não se dedicaram a ser Missionários, como nós faremos depois de 91 anos da chegada deles à mesma cidade.

Vamos se dedicar apenas ao Ministério Missionário, por isso desde agora queremos formar uma rede de Parceiros e de Intercessores por esta Missão Local.

Queremos convidar você a Ajudar com as necessidades do Centro de Alegria, precisamos de primeira mão Construir um Templo e salas anexas para a Formação de Missionários. Precisamos mobiliar o Templo, as Salas e os Alojamentos.

Aceitamos todo tipo de Doações, as que não serão utilizadas na Construção e no Equipamento do Templo e das Salas, venderemos e transformaremos em dinheiro para a Construção. Por exemplo, se algum Fazendeiro interessado em ajudar a obra tendo como única maneira a doação de algum animal, o Centro de Alegria receberia com alegria e colocaria a venda o dito animal.

Estamos orando para que Doações em Madeira, Pisos Cerâmicos, Louças de Banheiro, Telhas Francesas, Materiais para Instalações elétricas, Moveis para a Escola, Cadeiras para o Templo, Aberturas de portas e janelas, Vernizes e Tintas, Letreiros Publicitário, etc. Quando comecem a chegar ao Eco-Templo.

Em nossas Orações estamos pedindo que Deus levante um Engenheiro para que Doe a Planta, um Advogado para que Doe a Tramitação do CNPJ. Pessoas que possam doar seu Serviço a favor do que será este grande Empreendimento para o nome de Jesus ser glorificado.

Conclamamos aos internautas de todos os rangos, empresários de todos os rubros, pastores de todas as denominações, famílias de todas as cidades, mulheres e homens valentes, jovens e crianças a somar força nesta primeira construção que será à base de Doações. Os primeiros 24 que se comprometam com pelo menos Doar um Metro Quadrado desta Construção receberá uma Bíblia em Espanhol de cortesia e depois será convidado a vir participar da inauguração.

Nosso endereço eletrônico para entrar em contato com o Centro de Alegria é muito fácil até de memorizarcentrodealegria@hotmail.com Escrever para o nosso Ministério será uma experiência impar e fazer sua Doação será uma semeadura incomparável.

“Fala aos filhos de Israel, que me tragam uma oferta alçada; de todo o homem cujo coração se mover voluntariamente, dele tomareis a minha oferta alçada”. Êxodo 25.2

“Tomai do que tendes, uma oferta para o Senhor; cada um, cujo coração é voluntariamente disposto, a trará por oferta alçada ao Senhor: ouro, prata e cobre”. Êxodo 35.5

A modo de Glorificar a Deus, quando fiz uma Contabilidade dos Materiais doados por Davi e seus príncipes somam-se 5.005 mil Toneladas. Os Materiais eram 280 toneladas de ouro, 595 de prata, 630 de bronze e 3500 toneladas de Ferro (1 Crônicas 29) Precisariam 111 Carretas de 3 eixos para levar todo este material. Se Davi pediu na sua época, por que não podemos pedir agora? “Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao Senhor?” (1 Crônicas 29.5)

http://centrodealegriaurubici.blogspot.com.br/


Projeto para a construção de Eco-Templo


Missionário inicia Projeto para a Construção de Eco-Templo




Internautas poderão participar através de doações para ajudar na realização desta obra

por Leiliane Roberta Lopes

Missionário inicia projeto para a construção de eco-temploMissionário inicia projeto para a construção de eco-templo
O pastor Teófilo Karkle, do Centro de Alegria, está com um projeto novo que é a construção de um eco-templo na cidade de Urubici, em Santa Catarina. A nova igreja será construída com madeira envernizada tendo um total de 600 m² onde além de cultos haverá também cursos preparatórios para missionários.
O novo templo vai ser construído em um terreno que o pastor recebeu de herança. A escolha pela construção de um templo ecológico são várias, incluindo a rapidez e economia já que o terreno já conta algumas madeiras que poderão ser usadas nessa construção.
“Como as temperaturas no inverno na cidade de Urubici são baixíssimas, o Eco-Templo por ser de madeira é muito mais aconchegante e temperado, ademais as construções de madeira são típicas da região de Sul do Brasil”, disse o pastor que por anos serviu como missionário no Chile.
“O Centro de Alegria vai atuar em duas grandes áreas: na evangelização da cidade de Urubici e na promoção de missões”, disse Karkle que citou a construção de espaços anexos ao templo que servirão para a hospedagem de missionários e também para o curso de capacitação dos mesmos.
O Projeto Centro de Alegria existe desde 2008 quando o pastor Teófilo Karkle e sua esposa, missionária Ivone Karkle, faziam missões no Chile e começaram a sonhar com um ministério em Urubici, cidade natal do pastor.
“Eu sempre expliquei que o Centro de Alegria terá três grandes braços: Primeiro uma Igreja Restaurativa; segundo uma Escola de Missões e terceiro um Centro de Distribuição de Literatura”, relatou.
Na época em que começou a sonhar em realizar esta obra Teófilo estava em um leito de hospital. “Tudo nasceu no meu coração aqui no Chile em fevereiro de 2008, quando estava no hospital Barros Lucos, numa sala isolada onde me encontrava entre a vida e a morte”, lembra ele que estava com leptospirose. “Eu dizia ‘Se Deus me der vida de novo, eu doarei ela ao ministério integralmente para restaurar a alegria do povo’”.
Internautas poderão participar com doações
Para poder tornar esta obra possível, o pastor conta com a doação dos internautas que podem ajudar na construção do eco-templo através da internet. O site do Centro de Alegria fornece as informações necessárias para quem deseja contribuir com esta obra.
Karkle está disposto a tratar com transparência a questão financeira da obra “publicando o balance anual dos seus ingresso e egressos”. “Rigorosamente as doações serão registradas e fiscalizadas pelo Conselho Fiscal do Centro de Alegria. Por boletins online, fotos e vídeos enviaremos informações do andamento da obra”, garante.
http://noticias.gospelprime.com.br/centro-de-alegria-eco-templo/


PROJETO MISSIONÁRIO ECO-TEMPLO

PROJETO MISSIONÁRIO ECO-TEMPLO

Para a glória do Senhor e como meio de Divulgação transcrevemos através desta Matéria este Projeto Missionário chamado Eco-Templo.   
Tenho visto nascerem muitos Projetos de outras pessoas durante a minha vida como Pastor, e de como cada projeto há sido adotado, apadrinhado e bem recebido pelo povo evangélico, principalmente aqueles que contem uma novidade, uma benção. Cremos que ainda não foram criados todos os Projetos necessários para alcançar todas as pessoas com o Evangelho transformador de Cristo.
Por isso venho por meio deste Artigo contar Projeto que temos recebido da parte de Deus, algo lindo, inovador, que vai dar muito que falar. Nosso Projeto se chama Centro de Alegria, somos um Ministério novo, mas também Inovador que vamos nos estabelecer no Sul do Brasil, mas precisamente na cidade de Urubici – SC para ganhar almas para Jesus, não pretendemos ser uma Competência, mais uma Alternativa inteligente e diferente para cidade.
Urubici é uma cidade incluída numa lista de 111 cidades do Estado de Santa Catarina, com menos de 10% de evangélicos, ou seja, 84,48% são católicos. As igrejas evangélicas de Urubici somam 1.330 crentes, mas estas igrejas já passaram pelos seus melhores momentos. Comparando a Igreja a uma Macieira (árvore de maçã) a questão de frutas é interessante. No primeiro ano de produção ela coloca nos seus ramos apenas umas seis maças, logo no segundo ano umas sessenta frutas e no seu auge talvez umas seiscentas maças suculentas, depois o processo é a diminuição.
A importância de Urubici não é pelo seu numero de habitantes que não chega ainda à cifra de 11 mil, mas por ser a cidade mais fria do Brasil, inclusive aparece sempre nos tele-jornais como a cidade que seus termômetros baixam e podem chegar ao inverno até (-) menos - 7º abaixo do zero. Sua importância esta baseada também no Turismo Rural, nas suas 88 Cachoeiras e Cascadas. Na montanha mais alta do sul do Brasil chamado Morro da Igreja, 1822 m de altitude.
Nestes últimos cinco anos, Deus vinha lentamente trabalhando no meu coração colocando sonhos, nestes sonhos sempre eu me vejo construindo um templo na cidade de Urubici. Sempre analisei o seguinte ponto:
Por que uma determinada família tradicional da cidade não há sido evangelizada ainda? Por que houve múltiplas conversões durante a gestão de certos pastores e não durante o ministério de outros? Por que uma igreja pode ser comparada a um pé de maça já em um estado de redução de frutas?
Pensando nisto o Centro de Alegria em nome de Jesus terá o grato privilégio de tocar campainhas, ou bater palmas em cada casa de Urubici para falar de Jesus e posteriormente oferecer uma cópia da Palavra de Deus. A Bíblia precisa ser a bússola de todas as pessoas.
Como Centro de Alegria estamos precisando construir um Templo na cidade de Urubici, este é o propósito desta Matéria e vamos fazer de Madeira por vários motivos: é mais barato, mais limpo, mais rápido, mais térmico e mais aconchegante no frio do Sul do Brasil, condizente com o estilo tipo da Região Serrana de Santa Catarina.
Estamos orando a Deus e hoje pedindo através deste meio de Comunicação, que Deus levante pessoas que amam a Obra do Senhor a fim de Ajudar nesta grande Construção. Você internauta, você dona de casa, você pai, você avô e que são usuários da Net e sobre tudo, que amam a Obra Missionária, ajude-nos. Quantas vezes têm curtido e compartilhado outros projetos e sonhos de outros Ministérios, te animamos a fazer agora com o Centro de Alegria.
Queremos Postar em todos os Blogs, em todos os Sites e até nos Confins da Net, para Convidar a ser nosso Parceiro do Centro de Alegria.
Queremos que Deus coloque nos nossos caminhos Empresários para Ajudar a Construir esse Templo de Madeira para a Glória do Senhor.
Estamos querendo encontrar Fazendeiros do Brasil, dispostos a fazer uma Parceria com o Centro de Alegria.
Pediremos aos Pastores amam a Obra Missionária, que nos Ajude nesta construção. Gostaria de apresentar na sua Igreja este maravilhoso Projeto.
Centro de Alegria em sua primeira etapa é a Construção do Templo, logo a implantação de uma Escola de Missões no mesmo terreno da Igreja que é amplo e tem espaço suficiente para a realização do Projeto. Para muitos Ministérios o mais difícil é conseguir o Terreno, mas no caso do Centro de Alegria o terreno já existe.
A Campanha da Construção está Calculada em Metros Quadrados (Mt²) estamos chamando carinhosamente de Metros² de Alegria. Maiores informações no nosso Blog.
Convidamos a conhecer nosso Blog e buscar dentro dele clicar onde diz seguir este Blog. http://centrodealegriaurubici.blogspot.com/ Convidamos a Divulgar este Projeto entre seus irmãos e amigos.
Cremos que Deus poderá levantar nos Estados do Sul do Brasil, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, pessoas em particular, jovens, aposentados, empresários, fazendeiros, pastores, igrejas, grupos de pessoas, organizações para Ajudar este Grande Projeto.
Não deixe de clicar aqui abaixo nas seguintes Redes Sociais G+, Twitter, Facebook, Linkedin, ou onde você tenha sua conta e desta maneira já estarás começando a contribuir com o Centro de Alegria.
Olha, pois, agora, porque o Senhor te escolheu para edificares uma casa para o santuário; esforça-te, e faze a obra”. (1 Crônicas 28.10)
Um ao outro ajudou, e ao seu irmão disse: Esforça-te”. (Isaías 41.6)
Memoriza este E-mail, Deus vai precisar de Você e fará você escrever-nos. Conte a sua Proposta. Até breve. centrodealegria@hotmail.com
Deus vos Abençoe!
Pr. Teófilo Karkle e Mis. Ivone Karkle
CENTRO DE ALEGRIA - URUBICI

http://centrodealegriaurubici.blogspot.com.br/


Dia 8 de Março Dia Internacional da Mulher


Brasília, 08 de março de 2013 - Pesquisa realizada pela Fundação Perseu Abramo mostra que a cada 15 segundos uma mulher é agredida por um homem no Brasil e que cerca de um terço das brasileiras admite ter sofrido algum tipo de agressão, física ou psicológica, pelo menos uma vez na vida. 

Para combater essa prática foram criados mecanismos de proteção à mulher como a Lei Maria da Penha, que aumentou o rigor das punições de agressões contra a mulher no âmbito doméstico e familiar. Também foram criadas as Delegacias da Mulher, que asseguram o amparo às vítimas de maus tratos. Mesmo assim, o medo e a vergonha fazem com que menos da metade das mulheres vítimas de violência doméstica ou familiar denuncie as agressões.


No mercado de trabalho, as mulheres ainda ganham menos do que os homens, o que revela que o preconceito contra elas permanece. Mesmo com tantos desafios, as mulheres não deixam de lutar e ganhar espaço na sociedade.

O chamado "sexo frágil" demonstra cada vez mais sua força e capacidade. O último século foi marcado pelo despertar feminino, no qual as mulheres se tornaram donas do próprio destino, tornando-se líderes em diferentes segmentos.

As mulheres já ocupam cargos de liderança, ao mesmo tempo em que são chefes em seus lares, instaurando novo perfil de liderança e provimento familiar. São donas de sua liberdade sexual desde a criação da pílula e de outros métodos contraceptivos. Enfim, apesar dos desafios, a luta histórica das mulheres por igualdade é um exemplo de perseverança e coragem não apenas no dia 8 de março, mas todos os dias.

Saiba como surgiu o Dia Internacional da Mulher
A ideia de criar um Dia Internacional da Mulher surge na virada do  século XX, no contexto da  Segunda Revolução Industrial e da  Primeira Guerra Mundial, quando ocorre a incorporação da mão-de-obra feminina, em massa, na indústria. As condições de trabalho insalubres e perigosas eram motivo de frequentes protestos por parte dos trabalhadores. Acidentes e incêndios em fábricas também eram comuns.

Alguns episódios históricos marcaram a definição da data. Em 08 de março de 1857, um suposto incêndio numa fábrica na cidade de Nova Iorque teria provocado a morte de cerca de 130 tecelãs. Em 1910, durante a II Conferência Internacional da Mulher realizada na Dinamarca, foi estabelecido o dia 8 de março como Dia Internacional da Mulher. Já na Rússia, uma greve de operárias em 8 de março de  1917 ( 23 de fevereiro pelo calendário juliano), uma  greve de operárias da  indústria têxtil contra a fome, contra o  czar Nicolau II e contra a participação do país na Primeira Guerra Mundial precipitou os acontecimentos que resultaram na Revolução de Fevereiro, início da Revolução Russa.

Diante desses fatos, em 1975 a Organização das Nações Unidas (ONU) declarou o dia 08 de março como o Dia Internacional da Mulher.

Nesta data vou abrir meu coração para contar  que fui vitima de maus tratos pelo pai de meus filhos e por muitas vezes, e então acabei registrando meu primeiro BO em 2005, quando fui agredida violentamente pelo homem que dizia que me amava, me dando um soco no peito esquerdo e na frente de uma cliente minha de estética,  foi uma das piores cenas que aconteceu dentre  outras tantas que houve em minha vida, como em outras ocasiões que acontecia,  queria ficar calada esconder de todos pois sempre escondi a violência que sofria de meus familiares e amigas. 

Mais meu filho de 21 anos me disse mãe vá a delegacia da mulher e registre uma denuncia contra o pai, pois ele está louco e agora passou dos limites a ponto de te agredir na frente de sua cliente, e nesse momento minha cliente estava horrorizada com tamanha brutalidade e covardia, então nesta semana precisei fazer uso da lei Maria da Penha, com  uma pericia medica junto para avaliar o tamanho da agressão, quando estava fazendo a pericia tive uma sensação de vergonha e de impotência pelo que estava passando naquele momento de minha vida. Ali naquele momento vi também o amor acabar por completo, só restou uma grande tristeza e a vontade de sumir da vista de todos. 

E o mais triste é que ele não aceitava a separação e  prometia com juras de amor que iria mudar e seria outro homem, mais infelizmente nunca mudou e  depois disso ainda fez muitas ameaças de morte e calunias, chegou ao ponto de colocar açúcar no motor de meu carro, e passou mais 2 anos em que infelizmente  eu precisei fazer mais 3 BO, onde foi preciso o juiz colocar uma ordem judicial da qual ele tinha que ficar a uma distancia de 100 metros de mim,  não podendo se aproximar de onde eu estava.

Meu conselho a todas as mulheres que  estão passando por uma vida assim é que não se cale, não adianta colocar panos quentes e fechar os olhos como se no dia seguinte tudo voltaria ao normal, não adianta fazer de conta que não houve nada, as sequelas que ficam são desastrosas, a tristeza acaba com tantos outros sonhos que planejamos para nossa família.   Pois se um homem é violento e não procura ajuda psicológica para conseguir ser uma pessoa melhor e ter controle de seus atos, cada vez será mais frequente as brigas e as agressões, isso se torna um vicio e ele se acostuma com essa péssima atitude, precisa ser freado, do contrário você será sempre uma presa fácil para as suas brutalidades e poderá perder sua vida.

Hoje louvo a Jehová Jiré, por ter uma nova vida em Cristo,  porque Jesus me resgatou de uma vida com dores e muita tristeza da alma, hoje sei que estou livre das garras do inimigo pois ele não conseguiu me destruir, seus planos caíram por terra e todas aquelas maquinações contra minha vida Jesus me livrou. Por isso tenho muito o que agradecer todos os dias da minha vida por minha liberdade, e agora posso adorar a Deus com todo meu coração e dar esse testemunho de  vida, e assim eu posso estar ajudando a tantas mulheres que estão com sua alma ferida e dizer a elas que hoje Cuido da Beleza da Alma de MulherEs Especiais,  que sofreram ou que sofrem com esse tipo de violência e poder dizer a você que é possível voltar a sorrir e ter liberdade para andar nos caminhos de Nosso Senhor Jesus...

"O profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! Porque quem compreendeu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém." 
Romanos 11:33-36


..."MIS. IVONE KARKLE"...
Rosa vermelhaUna Mujer Misionera de DIOS, haciendo misiones con Alegria 
en la tierra de Los Andes Chilenos..."Rosa vermelha




A contribuição missionária e a fidelidade

Há um engano sério no desenvolvimento de missões nas igrejas evangélicas brasileiras: existem pessoas que ainda pensam que o missionário e sua família devem ter uma vida mais simples o possível, bem próximo do viver “mendigando”. Parece que o pensamento é esse: “se o missionário não vive na simplicidade, temos que fazer com que ele passe por dificuldades no campo”. Um missionário estava telefonando de um orelhão na calçada de uma rua movimentada e sua esposa estava ali também, datilografando com a máquina de escrever apoiada no colo.

Imagine este “escritório tão organizado”, mas a verdade é que muitas vezes nós pensamos que o missionário não tem mais nada a fazer além do que comer e se vestir, e isto de forma bem simples. Esquecemos que ele também precisa desenvolver o ministério missionário e fazer outras coisas, como educar seus filhos e cuidar da saúde como exemplo de necessidades básicas. Se vamos investir no envio de missionários, temos que nos preocupar também com um tipo de custo de vida mais alto e com as possibilidades e meios de trabalho. Finanças são importantes por mais razões do que apenas a sobrevivência.
Imaginamos que a igreja de Antioquia deu para Paulo e Barnabé tudo que podia quando saíram de viagem. No entanto, naquela época não havia como enviar dinheiro ou comida, assim, os missionários dependiam da hospedagem e da ajuda dos novos crentes e das igrejas que começavam ou do seu próprio trabalho manual. Desde o início, a maioria destas igrejas aprenderam contribuir para o trabalho missionário.

Quando não ajudavam, Paulo escrevia posteriormente dizendo que era o dever delas. É o que acontece em I Coríntios 9:1-14 quando Paulo explica que o ministro é digno do seu salário, mas que ele não quis ser um peso para a igreja, devemos compreender a razão disso. É que em vez de receber ajuda deles, recebeu de uma igreja da Macedônia que mandou o suficiente para suprir suas necessidades em Corinto.
A igreja que havia contribuído era a de Filipos, foi ela a que mais participou financeiramente no ministério do Apóstolo Paulo. Ela novamente enviou sustento enquanto Paulo estava na prisão em Roma. A carta de agradecimento é maravilhosa. O apóstolo se alegrou muito com a oferta, tanto que em Filipenses 4:10-20 abre seu coração para que eles pudessem compreender o significado profundo para ele daquela oferta.

Nós poderíamos pensar: Mas, é lógico que ficou feliz. Não recebeu uma boa oferta? Qualquer um ficaria contente com isso! Mas, na análise do texto, vemos que Paulo ficou alegre por muito mais do que o dinheiro.
Paulo agradece a oferta porque foi uma prova do apoio e solidariedade dos irmãos. Ele ficou certo de que eles eram cooperadores (1:5) e sócios (4:14). Eles tinham cuidado (4:10) para com ele e demonstravam preocupação com o seu bem estar. Fez muito bem a ele saber que não estava sozinho, especialmente estando numa cadeia romana, abandonado por alguns e em perigo de vida.
Paulo se alegrava muito pelo crédito divino dos filipenses como resultado da sua oferta (4:17). Parece que é o que ele mais queria, a igreja de Filipos tinha não somente uma conta divina sendo preenchida com créditos, mas Paulo se alegrava muito pela promessa que Deus supriria todas as necessidades daqueles que contribuíram (4:19). Não é que ficariam ricos, mas que não passariam necessidade e poderiam confiar na provisão de Deus. Devemos tomar cuidado para não arrancarmos este versículo do contexto de fidelidade da oferta missionária!
A oferta com certeza trouxe à memória de Paulo o drama da plantação da igreja naquela cidade, cercada de milagres, sofrimento e batalha espiritual. Quem sabe foram grandes amigos e discípulos, como a própria Lídia, o carcereiro e sua família, ou a moça liberta de demônios, que contribuíram com a oferta (Atos 16). Era uma igreja extremamente generosa, 2 Coríntios 8:2-4. No texto ele se refere à oferta para os famintos em Jerusalém, e mostra que esta igreja não era uma igreja rica em recursos financeiros. Ao contrário era uma igreja de extrema pobreza, perseguida e em dificuldades constantes. Mas apesar da dura realidade, era uma igreja alegre que se preocupou em compartilhar com outros e sustentar os irmãos em necessidades e a obra de Deus.
Em seu agradecimento, Paulo destacou a colaboração espiritual e emocional que recebeu, mas o dinheiro supriu uma necessidade material (4:18). E era uma concretização do respeito, amor e cuidado com o apóstolo. Missionários têm necessidades, algo às vezes difícil para as igrejas entenderem porque não são necessidades visíveis a elas. O missionário está longe e suas cartas dificilmente expressam exatamente o que se passa. Às vezes acontecem problemas com o banco, ou uma igreja desiste das promessas de sustento.

Tudo isso é complicado para o missionário num campo distante. Além da tristeza, existe o perigo de não ter dinheiro para tratamento médico e dentário, ou pagar a escola dos filhos, ou concertar o carro quebrado, ou comprar um sorvete num dia de calor! Estes problemas surgem longe dos olhos da igreja enviadora e sustentadora, mas devem ser algo de muita atenção da parte dela.
A glória de Deus é a razão fundamental em fazer missões. Paulo explicou para a igreja de Corinto (2 Co 9:12-15) que o dinheiro compartilhado resultava em glórias a Deus, não só dos que recebem, mas de outros também, quem sabe, daqueles que nunca ouviram de Deus ainda. Ele termina o trecho mostrando que qualquer oferta que eles pudessem dar não seria nada em comparação à oferta que o próprio Deus deu: o Seu Filho Unigênito, o “dom indescritível”. Podemos dar e dar, mas não chegaremos sequer perto do que Ele deu por nós.
Por fim, a benção da oferta foi como sacrifício aceitável e agradável a Deus (Fl.4:18). Esta expressão remonta aos sacrifícios do Antigo Testamento quando o cheiro da carne queimada subia para Deus como aroma suave, vendo o povo viver em obediência e tendo seus pecados perdoados. Deus também se agrada das ofertas missionárias. Ele se alegra em ver Seu povo cumprindo a sua missão como igreja enviando e sustentando aqueles que estão levando o Evangelho dEle até aos confins da terra.
Por Ev. Jair Fraga Vasconcelos


Os números da fé no Brasil



Os números da fé no Brasil


Marcha para Jesus
Todos os anos, cada vez mais cidades brasileiras promovem sua Marcha para Jesus, evento evangélico que se espalha por todo o país arrastando multidões. Esse tem sido o novo retrato da igreja brasileira para as próximas décadas.
Em janeiro de 2005, o jornal Paixão pelas Almas publicou uma matéria especial abordando os resultados da pesquisa religiosa no Brasil, recém-divulgados pelo Censo do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – que fora realizado no início daquela década. Aquela edição mostrava que o crescimento dos evangélicos por todo o país ocorria de forma surpreendente, acima de qualquer outro grupo religioso e muito mais do que o crescimento da população – algo que também já havia sido constatado pelo departamento de pesquisas da SEPAL.
Agora, 7 anos depois, voltamos mais uma vez para falar das estatísticas do último Censo, realizado em 2010 e cujos resultados da pesquisa religiosa foram divulgados agora, no final de junho, pelo IBGE.
Os dados do Censo e a metodologia aplicada pelo IBGE freqüentemente tem sido alvo de críticas e questionamentos. Antes de irmos aos números, convém deixar claro que o IBGE tem se provado uma fonte confiável, conhecido nos meios acadêmicos como uma das melhores instituições de pesquisa de todo o mundo devido à qualidade de suas estatísticas. Além disso, importantes estudos acadêmicos e sociológicos confirmam a validade dos dados do IBGE, sendo publicados pelo ISER, Instituto de Estudos da Religião, do Rio de Janeiro e pelo Departamento de Sociologia da USP em São Paulo. A nível evangélico, a Sepal Pesquisas e o Projeto Brasil 2010 também levantaram informações em algumas cidades brasileiras e que também confirmam as informações do IBGE.
A pergunta é: afinal, quantos somos hoje?
A divulgação dos dados religiosos do Censo Demográfico 2010 mais uma vez surpreendeu, conseguindo ultrapassar todas as projeções mais otimistas. O anúncio de que o número oficial de evangélicos no Brasil, agora, estimado em 42,3 milhões de pessoas – ou 22,2% da população nacional – confirma a tendência de crescimento vertiginoso do segmento, acelerado nos anos 1980 e 90, mas que parecia ter perdido o ímpeto. Isso equivale a dizer que, de cada cinco brasileiros, um ou dois se declaram evangélicos. É muita coisa. A cada dia cerca de 4.400 brasileiros se tornam evangélicos.
Nos últimos dez anos, a Igreja Evangélica nacional cresceu mais de 6 pontos percentuais, o que configura um fenômeno religioso jamais visto na história do país. E isso, apesar de todos os questionamentos que as instituições religiosas têm enfrentado nos últimos anos, da perda de credibilidade de diversas denominações, dos escândalos envolvendo pastores famosos e do avanço do secularismo na sociedade. Para se ter uma ideia, o Censo também constatou que o grupo dos que se declaram ateus, agnósticos ou sem religião já conta com 15 milhões de pessoas.
Essa realidade mostra que os evangélicos no Brasil poderiam ter crescido ainda mais, não fosse o aumento significativo do esfriamento da fé de milhões de brasileiros. A situação confirma o alerta levantado pelo Jornal Paixão pelas Almas no ano de 2005, apontando a falta de comprometimento bíblico e espiritual de muitas igrejas (denominações), que expõe seus fiéis a verdadeiras aberrações teológicas – ensinos absolutamente estranhos às Escrituras, prometendo milagres que não acontecem, vendendo amuletos com poderes mágicos e se posicionando num limite entre seita e igreja. Os estragos que muitas decepções em nome de uma fé forjada tem causado na população forma a cada dia uma multidão de desiludidos, o que ajuda a engrossar as estatísticas dos que se declaram ateus. Outro problema são algumas novas igrejas que surgem a cada dia, oriundas de rebeliões e dissensões, cujo líder na maior parte dos casos não tem nenhum ou muito pouco conhecimento teológico. O favorecimento legal para a constituição de igrejas hoje no Brasil, que deveria ser vista como um grande trunfo e uma ferramenta a ser usada com zelo e prudência, infelizmente tem dado lugar a extravagâncias e escândalos.
Esses fatos provavelmente também explicam o considerável inchaço da categoria “evangélica não determinada”, situação em que o crente mantém todas as suas características como evangélico e sua fé em Cristo, mas opta por fazer isso fora de qualquer instituição. O Censo detectou quase 10 milhões de pessoas nessa situação. É muita gente! Tal fato pode estar sinalizando que há algum problema acontecendo com a igreja brasileira.
Mesmo assim, apesar da falha dos líderes e da ineficácia da igreja, a boa semente tem dado frutos e vem produzindo trinta, sessenta e cem por um, conforme é dito em Mateus 13:8,23. Embora ainda pareça utópico afirmar que o número de evangélicos vai superar o de católicos até meados deste século, o fato é que a Igreja Romana continua assistindo a uma debandada de fiéis. Praticamente absoluta no fim do século 19, quando seguida por quase 99% dos brasileiros, a fé católica se viu passar de 73,6% em 2000 para 64,6% em 2010.
Apesar da queda, católicos ainda são o grupo predominante no país. No Rio, no entanto, pela primeira vez eles aparecem com menos de 50% da população do estado.
Esta redução no percentual de católicos ocorreu em todas as regiões, mantendo-se mais elevada no Nordeste (de 79,9% para 72,2% entre 2000 e 2010) e no Sul (de 77,4% para 70,1%). A maior redução ocorreu no Norte, de 71,3% para 60,6%, ao passo que os evangélicos, nessa região, aumentaram sua representatividade de 19,8% para 28,5%.
Entre os estados, o menor percentual de católicos foi encontrado no Rio de Janeiro, 45,8% em 2010. O maior percentual ficou no Piauí, com 85,1%. Em relação aos evangélicos, a maior concentração registrada foi em Rondônia (33,8%), e a menor no Piauí (9,7%). Aliás, o Piauí é agora o único estado brasileiro com menos de 10% de evangélicos. No Censo de 2000, seis estados brasileiros, todos no nordeste, estavam abaixo dessa média.
As estatísticas de cidades com 0% de evangélicos não existem mais. No Censo de 2000, 11 cidades brasileiras detinham o índice de 0% de evangélicos, ou seja, naquele ano o IBGE não encontrou nem um crente nessas cidades. Agora essa infeliz estatística desapareceu das planilhas. Pela primeira vez, os evangélicos estão em todas as cidades brasileiras.
Mesmo com o avanço, em 6 cidades ainda prevalece menos de 1% de evangélicos, 5 delas no Rio Grande do Sul: Coronel Pilar (0,41%), Montauri (0,65%), União da Serra (0,81%), Dois Lajeados (0,85%) e Relvado (0,97%). A única cidade com menos de 1% de evangélicos fora do Rio Grande do Sul fica no Piauí – a cidade de Bocaina, com 4.369 habitantes, possui apenas 38 crentes – o que dá 0,87% da população do município. Apesar desses índices, vale lembrar que há 10 anos havia 71 cidades com menos de 1% de evangélicos, o que já é uma mudança e tanto.
A exemplo do Censo de 2000, o estado do Rio Grande do Sul continua detentor do título de recordista dos maiores contrastes religiosos do país. É disparado o estado onde podemos encontrar os maiores extremos da fé brasileira. É lá que se concentram as cidades com os maiores percentuais de população católica. 15 cidades brasileiras no topo da lista de maior concentração católica estão no Rio Grande do Sul. É lá também que se encontra a cidade brasileira com o maior índice de evangélicos. Por ironia do destino, a cidade gaúcha que recebe o nome de Arroio do Padre, ali o rebanho maior são dos pastores. Dos 2.730 moradores, 2.343 se declararam evangélicos, o que equivale a 85,82% da população. Rio Grande do Sul também concentra o maior número de cidades onde o índice de adeptos da Umbanda e Candomblé ficaram acima da proporção nacional, que é de 0,3%. 14 cidades gaúchas possuem mais de 2% de seguidores da religião dos Orixás, chegando a 5,87% na cidade de Cidreira. A lista de extremos que o Rio Grande do Sul tem a nos apresentar parece não ter fim: lá também se encontra a cidade brasileira do topo de lista onde mais da metade dos moradores se declararam sem religião: Chuí, no extremo sul, já na divisa com o Uruguai, 54,23% disseram ao IBGE que não possuem religião alguma.
Indicadores sócio-econômicos
Homens estão em maior proporção entre católicos e sem religião Com proporções de 65,5% para homens e 63,8% para mulheres, os católicos são, junto com os sem religião (9,7% para homens e 6,4% para mulheres), os que apresentam mais declarantes do sexo masculino. Nos demais grupos, as mulheres eram maioria. A proporção de católicos também foi maior entre as pessoas com mais de 40 anos, chegando a 75,2% no grupo com 80 anos ou mais. O mesmo se deu com os espíritas, cuja maior proporção estava no grupo entre 50 e 59 anos (3,1%). Já entre os evangélicos, os maiores percentuais foram verificados entre as crianças (25,8% na faixa de 5 a 9 anos) e adolescentes (25,4% no grupo de 10 a 14 anos). No que tange ao recorte por cor ou raça, as proporções de católicos seguem uma distribuição aproximada à do conjunto da população: 48,8% deles se declaram brancos, 43,0%, pardos, 6,8%, negros, 1,0%, amarelos e 0,3%, indígenas. Entre os espíritas, 68,7% eram brancos, percentual bem mais elevado que a participação deste grupo de cor ou raça no total da população (47,5%). Entre os evangélicos, a maior proporção era de pardos (45,7%). A maior representatividade de negros foi verificada na umbanda e candomblé (21,1%). No grupo dos sem religião, a declaração de cor mais presente também foi parda (47,1%).
Os resultados do Censo 2010 indicam importante diferença dos espíritas para os demais grupos religiosos no que se refere ao nível de instrução. Este grupo religioso possui a maior proporção de pessoas com nível superior completo (31,5%) e as menores percentagens de indivíduos sem instrução (1,8%) e com ensino fundamental incompleto (15,0%). Já os católicos (6,8%), os sem religião (6,7%) e evangélicos pentecostais (6,2%) são os grupos com as maiores proporções de pessoas de 15 anos ou mais de idade sem instrução. Em relação ao ensino fundamental incompleto são também esses três grupos de religião que apresentam as maiores proporções (39,8%, 39,2% e 42,3%, respectivamente).
Os católicos e os sem religião foram os grupos que tiveram os maiores percentuais de pessoas de 15 anos ou mais de idade não alfabetizadas (10,6% e 9,4%, respectivamente). Entre a população católica é proporcionalmente elevada a participação dos idosos, entre os quais a proporção de analfabetos é maior. Por outro lado, apenas 1,4% dos espíritas não são alfabetizados.
Mais de 60% dos evangélicos pentecostais recebem até 1 salário mínimo.
A comparação da distribuição das pessoas de 10 anos ou mais de idade por rendimento mensal domiciliar per capita revelou que 55,8% dos católicos estavam concentrados na faixa de até 1 salário mínimo. Mas são os evangélicos pentecostais o grupo com a maior proporção de pessoas nessa classe de rendimento (63,7%), seguidos dos sem religião (59,2%). No outro extremo, o das classes de rendimento acima de 5 salários mínimos, destaca-se o percentual observado para as pessoas que se declararam espíritas (19,7%).
Crescimento desordenado
Onde estão os evangélicos no BrasilO crescimento evangélico no Brasil não é homogêneo. A igreja não está presente simétrica e estrategicamente em todas as regiões e cidades brasileiras. Algumas observações básicas:
1) A região com o maior número de evangélicos é a Sudeste
2) Há 19 estados com mais de 20% da população que se diz evangélica, inclusive o Distrito Federal;
3) A região Nordeste é a que tem a menor porcentagem de evangélicos. Em 2000, a porcentagem de evangélicos naquela região era somente 10,26% enquanto a média para o país inteiro era 15,41% de evangélicos. Os únicos estados com menos de 15% de evangélicos ficam todos nessa região, sendo Piauí com menos de 10%. A boa notícia é que a taxa de crescimento de evangélicos na região Nordeste é a maior do Brasil! Na última década, a igreja nordestina cresceu 6 vezes mais rapidamente que a sua população, apresentando assim o índice mais elevado do país.
4) A região Sul é a região com o menor índice de evangelização e maior índice de crescimento do espiritismo e secularismo. Em toda a região Sul o crescimento dos evangélicos foi somente 4,32% comparado com um crescimento geral do país de 7,43%. Nos pampas gaúchos, o aumento da população não religiosa amplia-se quase duas vezes mais velozmente que aquele demonstrado pela igreja evangélica. A cidade de Porto Alegre é a capital menos evangelizada do Brasil.

As cidades carentes do evangelho

Atualmente, em 307 cidades menos de 5% de pessoas se identificam como evangélicas. Há 12 anos o Censo registrou 1132 cidades nessa situação. Apesar dos avanços, a igreja ainda não é visível e nem acessível para muitas pessoas. As cidades mais necessitadas do evangelho concentram-se no sertão nordestino, na região das cidades históricas e norte de Minas Gerais e no Sul Catarinense e Gaúcho.
O maior contraste evangelístico do país encontra-se no Rio Grande do Sul: a cidade de Alto Alegre com meros 3,9% de evangélicos é vizinha de um dos municípios com maiores índices de evangélicos: Quinze de Novembro, com 68,5% de crentes. Geograficamente, apenas 11 quilômetros separam as duas cidades.

A realidade nordestina

A expansão do evangelho encontra duas faces bem distintas no Nordeste: a litorânea e a sertaneja. O litoral nordestino das praias paradisíacas de água morna o ano todo, com shoppings modernos, movimentado comércio e grande concentração de igrejas evangélicas e templos colossais. A beira mar, a igreja nordestina tem crescido mais rapidamente que qualquer região do país. No sertão, contudo, nordeste da evidente miséria humana, avassaladora injustiça social, predominância católica, extrema idolatria, a presença evangélica mostra-se ínfima (média de 3% em muitas cidades), com alguns templos caindo aos pedaços e acanhada capacidade de expansão.

A realidade amazônica

Apesar de sua tímida população, a igreja evangélica no norte apresentou uma das maiores taxas de crescimento do Brasil na última década. A cidade de Manaus, por exemplo, é uma das cidades mais bem evangelizadas do país.
Entretanto, o norte também é uma terra de contrastes. O número de comunidades ribeirinhas, a beira dos rios Amazonas, Negro, Solimões e outros, podem chegar a 40 mil. São aglomerações de 100 a 500 pessoas, somente acessíveis via barco. Aproximadamente 90% dessas comunidades não possuem nenhum agrupamento evangélico.

Conclusão

Todas essas informações mostram que a igreja brasileira precisa olhar para o futuro, refletir nos seus erros e acertos, se alegrando em Deus por todas as bênçãos, mas sem orgulhos mesquinhos e ufanismo. É fundamental que o crescimento quantitativo dos evangélicos no Brasil seja acompanhado de qualidade espiritual, ou seja, que haja verdadeiramente mudança de vida através de Cristo, pois senão, de nada adiantará os números. As mudanças positivas do Evangelho de Cristo dentro da sociedade brasileira só poderão ocorrer se realmente toda essa multidão de crentes adotarem uma postura de vida alicerçada na Bíblia Sagrada.
Ao mesmo tempo em que os evangélicos crescem numericamente e aumentam de forma considerável sua influência em todas as esferas da vida nacional, escândalos e denúncias envolvendo dinheiro, sexo e abuso de poder multiplicam-se e maculam a imagem das igrejas e de seus líderes. Estaríamos prestes a entrar numa geração corrompida de crentes que busquem vantagens e não mais a Deus?
Mesmo que esteja em curso uma batalha espiritual contra a expansão do Reino de Deus, as críticas e acusações sobre o que acontece nos templos de Norte a Sul do país são tão sérias que, ignorá-las, seria mesmo anti-bíblico. Tudo isso traz um sério questionamento para os cristãos: diante de tal quadro já hoje: afinal, como será esse Brasil evangélico de 2022?
A igreja precisa estar preparada para as próximas décadas, em que provavelmente terá que conviver num país em que em cada duas pessoas, uma será crente. Isso significa novos desafios pela frente. Os evangélicos terão que aprender a lidar com uma maior exposição pela mídia, terão que ter discernimento para não se iludirem com os apelos comerciais e publicitários, saberem controlar a sedução pelo poder, terem auto-controle para não caírem nas arapucas de políticos corruptos e saberem praticar com a mente de Cristo a convivência com os grupos minoritários. Em suma, por mais contraditório que tal frase possa parecer, os evangélicos terão que aprender a confiar mais em Deus. Quando há aumento de representatividade de um grupo de pessoas numa sociedade, a tendência desse grupo é confiar em sua própria força para resolver seus problemas, algo que biblicamente é muito perigoso. A igreja das próximas décadas terá que aprender mais do que nunca a ter a Bíblia como guia de referência em tudo que for feito. Que tudo seja para a glória de Deus.
Por esse motivo, as informações desse gigantesco crescimento da igreja brasileira devem ser recebidas com humildade e sabedoria, reconhecendo que a Igreja sem Cristo nada é.
Faça abaixo o downolad da tabela completa com os dados religiosos dos 5.565 municípios brasileiros pesquisados pelo IBGE, incluindo o percentual de cada grupo religioso em sua cidade. Além disso a tabela traz os dados de cada estado, de maneira que você mesmo possa desenvolver suas próprias pesquisas regionais.
   Link para download: planilha para o formado do Excel 2007-2010


Redes Sociais

Deixe seu Comentário

AS POSTAGENS MAIS LIDAS

Onde Você Está???

Locations of Site Visitors